Lei 4.990 - 27/02/2007 - Dispõe sobre o pessoal necessário à Execução de Convênio Plurianual Único celebrado   com   o   Ministério   do Trabalho e do Emprego para integração e  operacionalização  das  funções  e ações do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda no Estado do Rio de Janeiro – SINE/ SPETR.

Início  Anterior  Próxima

 

          Lei nº 4990/2007                  Data da    27/02/0007

                                            Lei

 

         Texto da Lei   [ Em Vigor ]

 

         LEI Nº 4.990  DE 27 DE FEVEREIRO DE 2007.

 

 

                                  DISPÕE SOBRE O PESSOAL NECESSÁRIO À

                                  EXECUÇÃO DE CONVÊNIO PLURIANUAL ÚNICO

                                  CELEBRADO   COM   O   MINISTÉRIO   DO

                                  TRABALHO E DO EMPREGO PARA INTEGRAÇÃO

                                  E  OPERACIONALIZAÇÃO  DAS  FUNÇÕES  E

                                  AÇÕES DO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO,

                                  TRABALHO E RENDA NO ESTADO DO RIO DE

                                  JANEIRO – SINE/ SPETR, E DÁ OUTRAS

                                  PROVIDÊNCIAS.

 

 

              O Governador do Estado do Rio de Janeiro,

              Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio

              de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

 

 

                 Art.  1º  -  A  admissão  de  pessoal  exclusivamente

            necessário  e  seu  regime  jurídico,  em  cumprimento  de

            obrigação  do  Estado  do  Rio  de  Janeiro  em  Convênio

            Plurianual Único do Sistema Público de Emprego, Trabalho e

            Renda (SINE/SPETR) celebrado, sob as normas do CODEFAT, com

            o Ministério do Trabalho e Emprego, será disciplinada por

            esta Lei.

 

                 Art. 2º - Os empregos, exclusivamente necessários e

            destinados ao Convênio do SINE/SPETR, serão definidos e

            quantificados em quadro próprio específico constante do

            Anexo da presente Lei, com os respectivos salários.

 

                 Art. 3º - As contratações serão regidas pelo Direito

            do Trabalho, em face da sua temporariedade, observarão o

            disposto no inciso II do art. 37 da Constituição da

            República, e terão duração determinada pela vigência do

            convênio a que se vinculem (CLT, art. 443, § 2º, “a”).

 

                 Art. 4º - Além das causas de extinção do contrato de

            trabalho previstas na legislação trabalhista, os empregos

            públicos criados por esta Lei e constantes de seu Anexo

            serão automaticamente extintos com a extinção do convênio a

            que se vinculem.

 

                 Art. 5º - Os contratos de trabalho firmados deverão

            mencionar expressamente o convênio a que estão vinculados.

 

                 Art. 6º - Será nula de pleno direito a contratação

            com base nesta Lei ou o exercício de emprego público nela

            previsto, fora de sua destinação específica, sem prejuízo

            da responsabilidade dos agentes.

 

                 Art. 7º - Para garantia do serviço de relevante

            interesse  público,  o  Poder  Executivo  poderá  contratar

            temporariamente, sob o regime da Lei 4.599, de 27 de

            setembro de 2005, o pessoal indispensável à execução do

            Convênio MTP/SPPE/CODEFAT nº 039/2006 – SETRAB/RJ, pelo

            prazo estritamente necessário à realização do concurso

            público e admissão dos habilitados no quadro especial a que

            se refere o Anexo desta Lei.

 

                 Parágrafo único – O contrato temporário realizado com

            base no caput deste artigo, não poderá ser estabelecido com

            prazo superior a dois anos, e em caso de prorrogação, esta

            não poderá ser maior que um ano.

 

                 Art. 8º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua

            publicação, revogada a Lei Estadual 4.527, de 21 de março

            de 2005, e demais disposições em contrário.

 

 

                       Rio de Janeiro, 27 de fevereiro de 2007.

 

 

                                     SÉRGIO CABRAL

                                      Governador

 

 

 

                                      ANEXO

 

                                    ANEXO cal.

 

 

 

         Ficha Técnica

 

         Projeto de   58-A/2007                Mensagem  08/2007

         Lei nº                                nº

         Autoria      PODER EXECUTIVO

         Data de       01/03/2007              Data

         publicação                            Publ.

                                               partes

                                               vetadas

 

         OBS:

         Publicada em 28/02/2007 e republicada em 01/03/2007.

 

         Aprovado o Substitutivo da Comissão de Constituição e Justiça

         Relator Deputado Paulo Melo

 

 

         Tipo de      

         Revogação        Tácita                        Em Vigor

                           Expressa                      Suspenso

 

 

         Texto da Revogação :

 

 

         Redação Texto Anterior

 

 

         Texto da Regulamentação

 

 

         Atalho para outros documentos