Lei 3.912 - 25/07/2002

Início  Anterior  Próxima

 

          Lei nº 3912/2002                  Data da    25/07/2002

                                            Lei

 

         Texto da Lei   [ Em Vigor ]

 

        LEI Nº 3912, DE 25 DE JULHO DE 2002.*

 

                                  CRIA O VOLUNTARIADO JUNTO AO SERVIÇO PÚBLICO DO

                                  ESTADO  DO  RIO  DE  JANEIRO  E  FIXA  OUTRAS

                                  PROVIDÊNCIAS.

 

              A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,

              Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio

        de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

 

              Art. 1º - Fica criado o Voluntariado junto ao serviço

        público do Estado do Rio de Janeiro.

 

              Art. 2º - Quaisquer cidadãos, maiores de 16 (dezesseis)

        anos de idade, poderão ser inscrever como voluntários para

        prestarem serviços juntos aos diferentes órgãos do Poder

        Executivo.

 

              Art. 3º – V E T A D O .

 

              § 1° -  V E T A D O .

 

              § 2° - V E T A D O .

 

              * Art. 3º – Os voluntários inscritos prestarão serviço

        gratuito ao Estado, no mínimo de duas horas semanais.

 

              § 1° - Os dias e horários da prestação dos serviços

        serão combinados de comum acordo entre os órgãos envolvidos e

        os voluntários, bem como o período que durará o referido

        trabalho.

 

              § 2° - Os voluntários firmarão compromisso de prestação

        de serviços com o órgão, em especial quando houver situações

        em  que  tal  prestação  causará  prejuízo  a  população  se

        interrompida.

              * Veto derrubado pela Alerj. Publicado no D.O - Parte

        II, de 31/10/2002.

 

              Art. 4º -  V E T A D O .

 

              * Art. 4º - Não existirá óbices de nenhuma espécie da

        parte dos órgãos públicos quanto a prestação de serviço idôneo

        que o voluntário desejar realizar.

 

              § 1° - Para efeito desta Lei, entende-se como idôneo

        qualquer tipo de prestação de serviço que seja dentro da Lei

        não comprometa a moral e os bons costumes.

 

              §  2°  -  Portadores  de  nível  superior,  desde  que

        devidamente habilitados por seus órgãos de classe, poderão

        prestar serviços, na condição voluntários, dentro de suas

        áreas  de  atuação,  respeitando  sempre  as  determinações

        gerenciais do órgão envolvido.

 

              Art. 5° - O Poder Executivo regulamentará esta Lei no

        prazo de (120) dias contados da data de sua publicação.

 

              Art. 6° - Esta Lei entrará em vigor na data de sua

        publicação.

 

                         Rio de Janeiro, 25 de julho de 2002.

 

                                  BENEDITA DA SILVA

                                     Governadora

 

              * Omitida no D.O. de 26.07.2002.

 

          * LEI Nº 3912, DE 25 DE JULHO DE 2002

 

                 Partes vetadas pela Governadora do Estado do Rio de

           Janeiro e mantidas pela Assembléia Legislativa do Projeto

           que se transformou na Lei nº 3.912, de 25 de julho de 2002,

           que “CRIA O VOLUNTARIADO JUNTO AO SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO

           DO RIO DE JANEIRO E FIXA OUTRAS PROVIDÊNCIAS.”

 

                 Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do

           Rio de Janeiro, manteve, e eu, Presidente, nos termos do §

           5º combinado com o § 7º do art. 115 da Constituição

           Estadual, promulgo as seguintes partes da Lei nº 3.912, de

           25 de julho de 2002:

 

           A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

 

                                                         D E C R E T A:

                 Art. 1º - (....)

 

                 Art. 3º – Os voluntários inscritos prestarão serviço

           gratuito ao Estado, no mínimo de duas horas semanais.

 

                 § 1° - Os dias e horários da prestação dos serviços

           serão combinados de comum acordo entre os órgãos envolvidos

           e os voluntários, bem como o período que durará o referido

           trabalho.

 

                 §  2°  -  Os  voluntários  firmarão  compromisso  de

           prestação de serviços com o órgão, em especial quando

           houver situações em que tal prestação causará prejuízo a

           população se interrompida.

 

                 Art. 4º - Não existirá óbices de nenhuma espécie da

           parte dos órgãos públicos quanto a prestação de serviço

           idôneo que o voluntário desejar realizar.

 

                 Art. 6° - (....)

 

                 Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro,

           em 30 de outubro de 2002.

 

                              DEPUTADO SÉRGIO CABRAL

                                    Presidente

              Omitida no D.O - Parte II, de 31/10/2002.

 

         Ficha Técnica

 

         Projeto de   2155/2001                Mensagem

         Lei nº                                nº

         Autoria      PAULO MELO

         Data de       02/08/2002              Data      01/11/2002

         publicação                            Publ.

                                               partes

                                               vetadas

         Assunto:

         Serviço Público, Voluntariado

         OBS:

         Omitida no D. O. de 26/07/2002.

         Partes Vetadas Omitidas no D.O - Parte II, de 31/10/2002.

 

         Tipo de      

         Revogação        Tácita                        Em Vigor

                           Expressa                      Suspenso

 

         Texto da Revogação :

 

         Redação Texto Anterior

 

         Texto da Regulamentação

 

         Atalho para outros documentos